Acesso à informaçãoFaltam 23 dias para a Copa

Quem Somos

O Jardim Botânico do Rio de Janeiro se coloca com a missão de “Promover, realizar e difundir pesquisas científicas, com ênfase na flora, visando à conservação e à valoração da biodiversidade, bem como realizar atividades que promovam a integração da ciência, educação, cultura e natureza”.

Para cumprir sua missão, o Jardim Botânico estuda, pesquisa, mantém Coleções Científicas, divulga e educa para a Conservação da Biodiversidade. A partir de registros de expedições científicas, é possível o estudo das plantas e o ambiente onde são encontradas. As amostras que foram coletadas são registros da existência da planta, sua descrição, habitat; as amostras de madeira e de frutos ficarão no herbário para consulta. O estudo de germinação das sementes pode demonstrar o modo como será a produção das mudas para serem cultivadas no Jardim Botânico, fazendo parte da coleção viva. O coletor de sementes, a partir do calendário de floração, coleta sementes para estudo, produção de mudas, re-introdução no arboreto e posterior venda do excedente. As amostras de DNA são registros da identidade da planta que servem para estudos. Desse modo as plantas encontram-se protegidas fora de seu habitat e em caso de uma destruição do ambiente onde se encontram existe informação e material genético que possibilita a restauração do ambiente original. O estudo também pode orientar áreas naturais e regiões ecológicas que devam permanecer sob conservação além de subsidiar a elaboração de listas de espécies ameaçadas. Para que esses esforços de conservação da biodiversidade tenham efeito são fundamentais estudos e ações de educação ambiental que permitam a apropriação desse conhecimento pela sociedade, tornando a todos agentes na direção de garantir que “todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao poder público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações”.

Baixe o Organograma

 

DISTINÇÕES:

Reserva da Biosfera da Mata Atlântica/UNESCO

O Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro é declarado integrante da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica (RBMA) e um de seus Postos Avançados, por estar contido dentro do perímetro da Reserva e por desenvolver ações estipuladas dentre as funções da RBMA, quais sejam: a proteção da biodiversidade, o desenvolvimento sustentável e o conhecimento científico, servindo assim como instrumento para a implantação e difusão dos conceitos e princípios da Reserva.


Saiba mais em www.rbma.org.br